Os rostos da rua

O quão forte a vida pode nos bater? Essas fotografias nos mostram uma série de retratos tirados pelo fotógrafo Lee Jeffries e exibem os rostos sofridos dos moradores de rua. As faces sem nomes são de homens, mulheres e crianças que ele encontrou pelas ruas da Europa e dos EUA. Um trabalho tão impressionante que ao mesmo tempo que parece uma pintura, nos faz refletir sobre as condições que essas pessoas vivem e o quanto a vida foi capaz de castigá-las.

rostos-da-rua-1

Continue lendo

Kindsköpfe: Pais vs Filhos

Feito por dois fotógrafos, essa galeria de imagens é um trabalho criativo mas pouco convencional. Depois de fazer a fotografia de momentos entre pais e filhos, eles conseguiram um resultado bem diferente usando o Photoshop.

A cabeça do filho no corpo do pai! O ensaio se chama  Kindsköpfe, “Adultos” em alemão, e foi realizado pelos fotógrafos Florian Schmucker e  Paul Ripke. Ok, é estranho, mas ficou bacana, confira.

pais-vs-filhos(1) Continue lendo

Tornado em Missouri, fotos da fúria da natureza

Essa galeria mostra várias imagens da devastação de um Tornado que atingiu a cidade de Joplin, no estado de Missouri, EUA no dia 22 de Maio de 2011. Segundo as informações, boa parte da cidade foi afetada e no mínimo 117 vítimas fatais foram encontradas. O prejuízo estimado é de US$ 1 bilhão a US$ 3 bilhões.

O tornado foi considerado o mais mortal desde os anos 50 e teve ventos de 320km/h. Pelas fotos podemos ter uma idéia da força da natureza, o tornado afetou casas, prédios, árvores, carros e até um helicóptero(!!).  Ainda bem que no Brasil não tem isso…OH WAIT!

tornado-missouri

Continue lendo

A beleza dos naufrágios

Você aí deve pensar como eu que naufrágios são acidentes terríveis, mas essas fotografias nos mostram que também é possível ver o outro lado dessa história. Mas como? Um trabalho sensacional, feito em paisagens paradisíacas, mostra o lado belo desses naufrágios, muitas vezes tão antigos que já se tornaram paisagem ou moradia de peixes.

beleza-naufragios(1)

Continue lendo

O Homem Invisível chinês

homem-invisivel-chines-liu-bolin(1)Esse aí é Liu Bolin, um artista chinês de Shandong. Ele utiliza uma roupa em que ele pinta de acordo com o ambiente como forma de camuflagem. É, isso mesmo, não é Photoshop! O cidadão usa TINTA pra fazer isso. Imagina a habilidade que deve exigir, proporções, ângulos e posicionamento, só isso já é motivo pra você conferir essa galeria de imagens do trabalho do cara!

Sua obra pouco convencional consiste em se camuflar nas paisagens, não importa o quão difícil pareça. Ele chega a trabalhar mais de 10 horas para tirar cada foto dessa, só para ter certeza que o efeito desejado ficou como ele queria. Algumas vezes quem passa na rua não percebe que ele está ali até que ele se mexe.

O artista diz que sua arte é um protesto contra as ações do governo, que fechou seu estúdio de arte em 2005, além de perseguir os artistas. Sua arte é sobre não se encaixar na sociedade moderna. Apesar dos problemas com as autoridades chinesas, o trabalho de Liu Bolin é apreciado internacionalmente, o que mostra que com trabalho, todos podemos ter um reconhecimento e opinião ouvida.

Continue lendo

Festival de balões nas Filipinas

Essas fotografias desse festival nas Filipinas são da 16° edição do evento internacional voltado para os praticantes do balonismo. Reunindo vários balões de uma criatividade tamanha que a gente fica se perguntando se aquilo ali consegue voar mesmo. Já imaginou ir num festival desses e topar com uma cabeça de Darth Vader voadora? Tem até um Pula Pirata, me lembrou a minha infância!

Ele aconteceu perto de Clark Angeles, no subúrbio de Manila e recebeu participantes de 27 países diferentes, cada ano os visitantes e participantes enchem o céu com sua criatividade.

Eu sou um grande admirador dos balões, não só os de ar quente, mas os convecionais também, pela questão cultural. Mas infelizmente os tempos hoje em dia são outros e nós devemos ter a consciência que soltar balões não é mais uma prática aceitável muito menos saudável e é ilegal.

Além de poder causar incêndios graves temos também os grupos de baloeiros que não respeitam os limites e direitos das outras pessoas e ao correrem atrás de um balão para recuperá-lo, causam estragos nas casas e muitas vezes realizam ameaças aos outros, o que não é algo muito legal, né galera?

Enfim, mas esses balões aqui das fotos são para viajar e não causam danos algum, clica aí e curta a vista. (é bonito pra olhar, mas eu não subo num desse nem ferrando, viu, padre?)


Continue lendo